Author

Lucia Borges

Browsing

As suculentas podem ser reproduzidas por diversas maneiras porém as mais fáceis são por estacas de folhas, caules e ou divisão de mudas. Para estacas de folhas basta destacar folhas da planta e colocar sobre areia ou terra sem cobrir. O mesmo procedimento é feito para estacas de caules. Para dividir uma touceira é interessante tirar a planta da terra e separar as mudas. Uma mistura boa para incentivar o enraizamento é a base de areia, que pode ser pura ou enriquecida com substratos de plantio ou terra vegetal. Deve deixar as estacas e novas mudas em local arejado e na meia sombra.

Uma planta tem mais ou menos as mesmas necessidades que nós: luz, água, ar, nutrição e calor. A importância relativa de cada um desses fatores varia consideravelmente conforme as plantas, mas dentro de uma mesma espécie as exigências permanecem as mesmas, quer a planta cresça em sua floresta natal, quer esteja cativa num apartamento. As necessidades das plantas permanecem constantes mesmo quando seu ambiente muda radicalmente. Uma planta num vaso, cultivada em apartamento, encontra-se em condições absolutamente artificiais, e, por maiores que sejam suas qualidades de adaptação, elas têm limites. Dentro desses limites, o papel de quem as cultiva é substituir a natureza na satisfação de suas necessidades. LUZ: A luz é essencial à conversão dessas matérias-primas em nutrientes. Durante o dia, a planta absorve a energia da luz solar graças à clorofila – pigmento verde das células vegetais. Essa energia permite-lhe dissociar a água em moléculas de oxigênio e…

É possível cultivar plantas mesmo quando não se tem muito espaço. Pequenos vasos com plantas dão charme em ambientes. Seja em estantes, mesas, aparadores ou mesmo em paredes as pequenas plantas formam arranjos muito charmosos. Para isso é necessário que o local tenha boa claridade e ventilação. Os recipientes depende das plantas a serem usadas, mas podem ser por exemplo de cerâmica vitrificada, cachepots de vidro, cachepots de metal ou madeira. Além das espécies apresentadas muitas outras podem compor pequenos espaços.

As Fuchsias conhecidas popularmente como brincos de princesa são lianas nativas da América do Sul, inclusive do Rio grande do Sul. Possuem caules frágeis que devem ser guiados e tutorados em estacas ou treliças. Durante a primavera e verão surgem lindas, delicadas e várias flores pendentes. São várias cores, partindo dos tons de rosa. Existem também variedades pendentes ideais para vasos pendentes e jardineiras suspensas. Apreciam meia sombra ou sol pleno uma parte do dia. Regas frequentes sem solo encharcado. Se reproduzem por estacas.

As bromélias pertencem à uma família botânica com mais de três mil espécies de plantas. O Brasil possui grande quantidade de bromélias nativas. Elas quase sempre crescem em forma de rosetas e acumulam água no “copo” central. Possuem tamanhos, cores e texturas variadas. Podem ser epífitas (que vivem nas copas das árvores), rupícolas (que vivem nas rochas) ou terrestres. Algumas são de meia sombra e outras são de sol pleno. São cultivadas pela beleza de suas formas, folhas ou flores. Após a floração e frutificação elas morrem, porém, normalmente, brotam novas na base da planta mãe. São muito exploradas para compor o paisagismo tropical. Ao contrário do que se pensa os “copos” das bromélias não são locais que atraem o mosquito da dengue. Pode até ter outras larvas de insetos. É por lá que essas plantas se alimentam. A borra de café ajuda a controlar a quantidade de larvas e…

Adubos: Substâncias, de origem natural ou produzida quimicamente, que oferecem as plantas os elementos nutritivos indispensáveis. Estes elementos são classificados como macro-nutrientes, aqueles que são mais exigidos pelas plantas, e por micro-nutrientes, os elementos que são menos exigidos pelos vegetais. Dentre os macro-nutrientes três se destacam mais: o nitrogênio (N), o fósforo (P) e o potássio (K). Abaixo estão relacionadas tabelas com os teores aproximados destes elementos, vistos nos adubos orgânicos e naqueles chamados de inorgânicos. Adubos orgânicos: provenientes de matéria de origem animal ou vegetal, quase sempre decomposta ou em estado de decomposição.  Embora ofereçam maior teor em um determinado elemento, possuem uma composição química equilibrada e incorporam, em pequenas doses, os micro-nutrientes. Melhoram a textura do solo. Tendem a aumentar a flora bacteriana e micro-fauna que dão vida a terra. São absorvidos pelas plantas mais lentamente por demandar mais tempo para degradar. Tabela Adubo Orgânico: Adubos inorgânicos: obtidos…

Ter frutíferas bem integradas ao jardim é garantia de pássaros, boa sombra e da delícia dos frutos. Você pode cultivar frutíferas até em vasos se o espaço não permite um pomar maior. Implantação do Pomar  O pomar deve, estar localizado próximo à residência, de modo a permitir frequentes visitas, propiciando, inclusive, condições para o consumo de boa parte da produção diretamente da planta.  Decida as espécies, quantidades e variedades a serem plantadas. O pomar doméstico pode ser misto ou de uma só espécie.  Distribuia as espécies escolhidas, procurando agrupar espécies com exigências semelhantes. Espécies maiores devem ficar “atrás” das menores em relação ao sol. Em terrenos em declives as plantas menores devem ficar na parte mais alta do terreno.  Sempre que possível o terreno deve se voltar par ao Norte e ser protegido do vento Sul.  As covas para plantio devem ser de no mínimo 60×60 cm. Classificação das Frutíferas:…

Plantas complementam bem qualquer ambiente e ainda proporcionam um ar agradável e envolvente. Para mantê-las sempre viçosas vocês não precisam dispor de muito tempo. É só organizar os cuidados básicos em tarefas diárias, semanais, mensais e anuais. Assim, o trabalho fica bem dividido, vocês não vão se sobrecarregar e suas plantas retribuem seu carinho, crescendo bonitas e saudáveis. A primeira coisa a fazer é escolher espécies que cresçam bem dentro de casa e saber as necessidades de regas e adubações de cada uma. Para isso, vocês podem contar com a ajuda de floricultores em casas especializadas: algumas plantas precisam de adubações mensais, outras a cada dois meses e certas espécies dispensam adubação durante todo o inverno. Além das adubações, vejam como proceder em cada período: Diariamente Reguem as plantas que estão com o solo ressecado. Retire flores e folhas murchas ou manchadas. Semanalmente Virem os vasos para as plantas receberem…

Conceituação: Paisagismo: é a técnica artística para criar o jardim com beleza e harmonia, sendo as plantas ornamentais os elementos vivos que concretizam tal criação. É uma arte viva, arte que tem vida: é uma pintura, uma escultura que cresce, desenvolve, respira, floresce, dá frutos e morre. É ciência e arte. O paisagismo é a única expressão artística em que participam os cinco sentidos do ser humano. Benedito Abbud Enfoque Histórico A história dos jardins é tão antiga quanto à do homem e até mesmo em relatos bíblicos temos o jardim como o começo de tudo, como simbologia de harmonia e perfeição. O termo jardim, quando criado, indicava um pedaço de terra protegido dos animais domésticos e silvestres por cercas, que guardava os vegetais nele plantados e cultivados. Hoje esse termo se amplia, representa o equilíbrio do homem com a natureza. Alguns jardins que se destacaram: Jardins Suspensos da Babilônia…